Guia para membros do Genos

Colaboradores (stakeholders)

As pesquisas desenvolvidas pelo Genos envolvem colaboradores de diferentes categorias: professores, pesquisadores, alunos da pós-graduação e da graduação (bolsistas de iniciação científica ou voluntários).

A participação nas pesquisas do Genos permite aos colaboradores:

  1. Aumentar sua produção acadêmica por meio da participação nas publicações em co-autoria da equipe do Genos.
  2. Aumentar o seu conhecimento sobre os temas das pesquisas.
  3. Vivenciar o funcionamento de um grupo de pesquisa multidisciplinar com as áreas de Computação, Composição, Análise, Musicologia e Educação.

A permanência de colaboradores na equipe do Genos depende de:

  1. Foco na missão, valores e desafios do Genos.
  2. Cumprimento de tarefas nos prazos estabelecidos. As tarefas são consideradas realizadas quando entregues. Dúvidas devem ser tiradas ANTES do prazo de entrega da tarefa.
  3. Assiduidade e pontualidade nas reuniões marcadas. Faltas não comunicadas previamente não são aceitas.
  4. Comunicabilidade via email.
  5. Proatividade.
  6. Qualidade do trabalho desenvolvido.

Os alunos voluntários não estão dispensados dos itens acima.

Critérios para seleção de bolsistas

As bolsas de iniciação científica não são garantidas e são limitadas pelo PIBIC. Os critérios para definição de bolsistas do Genos são:

  1. Estar apto legalmente para receber a bolsa (ver impedimentos legais nos editais do PIBIC)
  2. Adequação aos 5 requisitos de permanência no grupo
  3. Antiguidade na pesquisa
  4. Tempo mínimo de 3 meses como voluntário.

Comunicação

Listas de discussão

A comunicação entre os membros do Genos é feita através da lista genos-users, utilizada para todas as questões referentes ao uso do laboratório, uso de ferramentas, e outros assuntos pertinentes ao Genos. A comunicação referentes às pesquisas ocorre em listas específicas.

Escrevendo bons e-mails

As listas de e-mails do Genos são úteis não apenas para comunicação no tempo presente. Elas guardam históricos de dúvidas, dicas e soluções de diversos assuntos. Por estes históricos serem constantemente acessados, os e-mails devem ser organizados e bem escritos.

Para escrever ou responder e-mails de maneira produtiva, eficiente e inteligente no Genos deve-se seguir estas regras:

  1. Seja objetivo e sucinto no título. Se for possível fazer com que o leitor saiba o conteúdo do e-mail pelo título, faça acontecer. Por exemplo, se é preciso enviar um e-mail marcando horário de uma reunião de pesquisa, então faça um título como “Reunião pesquisa em 28/05 7:30”.
  2. NUNCA misture assuntos diferentes em uma mesma mensagem. Se a mensagem é para marcar horário de reunião, não pergunte na mesma mensagem como instalar o Lilypond. Escreva outra mensagem com título “Instalação do Lilypond” e pergunte como instalar.
  3. Seja objetivo e sucinto no corpo da mensagem. Fale apenas o que é necessário. Não precisa cumprimentar nem se despedir dos membros da lista. Apenas forneça a sua informação.
  4. Não responda desnecessariamente. Se alguém informa que existe uma versão nova de um software, por exemplo, não responda para dizer “legal”, ou “OK”.
  5. Se uma mensagem é mandada para propor horário de uma reunião responda sucintamente dizendo apenas “posso”, ou “não posso”. Se for uma reunião entre poucas pessoas, vale a pena colocar seus horários vagos.
  6. Sempre que responder uma mensagem, apague o conteúdo da(s) mensagem(s) anteriores. Deixe apenas o que interessa. Veja exemplo mais abaixo. A lista naturalmente já guarda o histórico das mensagens de modo organizado. A repetição da mensagem apenas suja a lista.
  7. Se você tem uma dúvida sobre o funcionamento de um programa, seja específico e dê informações para obter ajuda. Não diga apenas “O programa dá um erro”. Copie parte do erro e cole na mensagem e fale em que circunstâncias ele ocorre.
  8. Se alguém tirou sua dúvida, informe na lista que o seu problema foi resolvido, e, se possível, o que aconteceu. Isso ajudará muita gente que venha a ter o mesmo problema que você.
  9. Preocupe-se em escrever bons e-mails, mas não perca seu tempo tentando escrever e-mails perfeitos. Seja apenas claro e objetivo. Use o tempo para escrever artigos e não e-mails.
  10. Não use destaques desnecessários como escrever TUDO EM MAIÚSCULO ou fazer afirmações com muitas exclamações!!!!! Isso deixa a mensagem suja, concorda?????

Abaixo um exemplo de e-mail de uma dúvida

Genos,

Quero rodar análise harmônica com o rameau. Rodei o comando rameau analise -f 110 e obtive o erro:

unhandled SIMPLE-ERROR in thread #<SB-THREAD:THREAD "initial thread" {CFFFA01}>:
  expression should be in the format <substring>:<expression>

Marcos.

A resposta de ajuda mantém a parte mais importante da mensagem anterior e remove o resto. Observe:

Marcos escreveu:
> Quero rodar análise harmônica com o rameau. Rodei o comando
>
> rameau analise -f 110

Faltou especificar o tipo de partitura:

rameau analise -f choral:110

Alexandre.

E a informação de que a ajuda funcionou é sucinta:

Alexandre escreveu:
> Faltou especificar o tipo de partitura:
>
> rameau analise -f choral:110

Ok, funcionou.

Marcos.

Uso do GenosLab

Segurança

Estas são informações para manter a segurança do equipamento do GenosLab:

  1. Nunca deixe a porta destrancada com a sala vazia. Se for sair além da escada de acesso tranque a porta.
  2. Nunca deixe um desconhecido sozinho no GenosLab. Entenda por desconhecido qualquer um que não faça parte da equipe Genos.
  3. Ao fim do trabalho, ao sair do GenosLab confira se os computadores, o Furmann e o ar condicionado estão desligados, se os armários estão devidamente trancados, e apague as lâmpadas interna e externa.
  4. Caso tenha usado microfones, headphones ou quaisquer equipamentos que fiquem guardados em armários, coloque-os de volta no lugar antes de sair.

 

Guia do portador de chave

Estas são informações para manter a segurança do equipamento do GenosLab:

    1. Apenas portadores de chave têm acesso ao laboratório, nenhuma instância da EMUS ou UFBA possui essa chave.
    2. O portador de chave é o responsável legal pelo laboratório e tudo o que nele acontece.
    3. É estritamente proibido entregar a chave a qualquer pessoa, em caso de dúvida procurar os responsáveis Marcos da Silva ou Pedro Kroger.
    4. É proibido retirar qualquer equipamento ou livro do laboratório.
    5. O portador de chave tem a obrigação de comparecer às reuniões gerais do Genos.
    6. Para o uso do laboratório, as atividades de pesquisa e ensino pré-agendadas são preferenciais.
    7. Ao sair da sala, deve-se desligar o Furman, o ar-condicionado e lâmpadas, e trancar todas as portas.

Coordenação do GenosLab

As principais tarefas do coordenador do GenosLab são

    • Manter as máquinas funcionando permanentemente
    • Marcar reuniões semestrais para:
      • marcar horários de uso do estúdio
      • planejar cronograma dos cursos de extensão
      • providenciar manutenção de equipamentos