MUSA90 – Técnicas de Análise I

Professor: Marcos Sampaio (marcos@sampaio.me)

1. Ementa

Estudos panorâmicos e gerais sobre técnicas de análise, abordando aspectos históricos e metodológicos. Exercícios abordando análises com utilização de diferentes técnicas analíticas.

2. Conteúdo Programático

  1. Princípios de análise
  2. Análise motívica
  3. Análise serial
  4. Análise Schenckeriana
  5. Análise de textura

3. Avaliação

A avaliação na disciplina ocorrerá mediante quatro trabalhos quinzenais de análise e a apresentação de um seminário.

4. Estrutura das aulas

As aulas são divididas em exposição de conteúdo e análise interativa de obras.

5. Cronograma

Este cronograma é uma previsão e poderá ser alterado ao longo do semestre.

6. Trabalhos

6.1. Análise

A cada duas semanas o estudante deverá realizar análise de uma obra definida pelo professor com base no conteúdo apresentado na aula anterior. A análise deverá ser entregue no início da aula definida como prazo (ver cronograma).

6.2. Seminário

Os estudantes deverão formar duplas e escolher, com orientação do professor, uma técnica analítica não abordada em aula ou aprofundar uma técnica abordada, apresentando princípios e aplicação. A apresentação é conjunta, mas a nota, individual.

6.2.1. Duplas

[Em construção]

Data Equipe Tema
30/10/18 Victor Algo com conjuntos ou serialismo
20/11/18 Sidnei Análise gestual
20/11/18 Jordan Serialismo
27/11/18 Roberto A definir
27/11/18 George A definir
04/12/18 Diego A definir
04/12/18 Peter MIR

6.3. Extra

Trabalho solicitado por Menahem:

Escrever o ritmo determinado pela série 1 B 8 A 5 9 6 4 2 3 7 C, na qual 1 representa uma semicolcheia, 2 uma colcheia e assim por diante. Ver a sessão de ‘serialismo rítmico’ da dissertação de Vinicius Amaro em caso de dúvida.

7. Notas e frequência

9. Bibliografia

  1. Bent, Ian, and Anthony Pople. 2011. “Analysis.” In Grove Music Online.

  2. Berry, Wallace. 1987. Structural Functions in Music. New York: Dover Publications, Inc.

  3. Cook, Nicholas. 1987. A Guide to Musical Analysis. Vol. s4–XII. New York and London: W. W. Norton & Company.

  4. Fineberg, Joshua. 2000. “Guide to the Basic Concepts and Techniques of Spectral Music.” Contemporary Music Review 19 (2): 81–113.

  5. Gentil-Nunes, Pauxy. 2009. “Análise Particional: uma mediação entre Composição Musical e a Teoria das Partições.” Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

  6. Gerling, Cristina Capparelli. 1989. “A Teoria de Heinrich Schenker: uma Breve Introdução.” Em Pauta 1 (1): 22–34.

  7. Schmalfeldt, Janet. 1985. “On the Relation of Analysis to Performance: Beethoven’s ‘Bagatelles’ Op. 126, Nos. 2 and 5.” Journal of Music Theory 29 (1): 1–31.

  8. Schoenberg, Arnold. 1967. Fundamentals of Music Composition. Faber and Faber.

  9. Straus, Joseph Nathan. 1990. Introduction to Post-Tonal Theory. Englewood Cliffs, NJ: Prentice-Hall.

10. Comunicação com o professor

O único meio adicional de comunicação autorizado pelo professor é o email, em horário comercial. Assuntos acadêmicos não são tratados por telefone ou mensagens em nenhuma hipótese.


Última atualização em 21/02/2019, 15:19.