MUSB15 – Composição VI

Professor: Marcos Sampaio (marcos@sampaio.me)

Ementa

Continuação de Composição Musical V: Estudo e prática de Técnicas Composicionais – manipulação e exploração de elementos musicais do século XX, politonalismo, pós-tonalismo, atonalismo, serialismo, aleatorismo e audição comentada de obras representativas do século XX, com ênfase em obras de pequenas dimensões.

Objetivos

Ao final do curso espera-se que o estudante seja capaz de:

  • Explorar sonoridades estruturadas a partir de contornos em suas composições
  • Compor em formato de miniatura
  • Compor para formações camerísticas diversas, como quarteto de cordas, quarteto de trombones, etc.
  • Compor para orquestra sinfônica pequena

Conteúdo programático

  1. Teoria de Relações de Contornos musicais
    1. Base teórica e cognitiva
    2. Conceitos gerais
    3. Propriedades
    4. Reflexão
    5. Direção
    6. Similaridade
    7. Múltiplas dimensões
  2. Apresentação e discussão do trabalho criativo
  3. Composição para formações camerísticas até orquestras de pequenas dimensões

Avaliação

A avaliação nesta disciplina é realizada mediante trabalho de composição e trabalhos semanais realizados ao longo do semestre (ver descrição mais adiante).

Nota

O cálculo da nota está em construção, dependendo das formações disponíveis para leituras.

A média final é equivalente à média ponderada das notas dos trabalhos, com os seguintes pesos:

  1. Trabalhos semanais (peso 3)
    1. Miniaturas 1 e 2, peso 0.75
    2. Miniaturas 3, peso 1.5
  2. Composição final (peso 7):
    1. avaliação da primeira metade da composição (peso 2)
    2. avaliação da segunda metade da composição e conjunto final (peso 5)

Dessa forma, a média final será calculada pela equação 1, onde M representa a média, a, a soma das notas das miniaturas, b, a nota da primeira metade da composição final e c, da segunda metade e conjunto da composição.

 (eq.1)

Os trabalhos serão aceitos apenas se:

  1. forem entregues em versão elaborada em software apropriado, via Dropbox ou email.
  2. forem entregues impreterivelmente no prazo, no início da aula marcada para a entrega.

A composição final deverá ser entregue por meio digital, via email.

Critérios de avaliação

Os critérios gerais de avaliação são:

  • Cumprimento do objetivo da tarefa
  • Equilíbrio
  • Capacidade de explorar recursos de composição
  • Capacidade de explorar os domínios da música (timbre, altura, duração, textura, etc.)
  • Cuidados com a apresentação da partitura (composições)
  • Criatividade

Segunda chamada

O aluno que não entregar um dos trabalhos no dia marcado terá direito a entregar na aula seguinte se a requerer até dois dias úteis após a sua realização comprovando-se umas das seguintes situações:

  1. direito assegurado por legislação específica
  2. motivo de saúde comprovado por atestado médico
  3. razão de força maior, a critério do professor.

A nota atribuída em segunda chamada substituirá a nota zero, e a falta à segunda chamada implicará na manutenção automática e definitiva da nota zero. Para maiores detalhes consultar o Artigo 115 do Regulamento de Ensino de Graduação.

Estrutura das aulas

As aulas são divididas em exposição de conteúdo, análise interativa de obras e orientação dos trabalhos dos alunos.

Cronograma

Este cronograma é uma previsão e poderá ser alterado ao longo do semestre.

Itens extras

  1. Leitura de Banda sinfônica: 30/10/2018, 18 horas, Auditório

Trabalhos

Os trabalhos estão sendo definidos, dependendo das formações disponíveis para leituras. O trabalho principal será para a formação da OSUFBA.

Miniaturas

Duração de 30 segundos a 1 minuto.

Formações disponíveis:

  1. Quarteto vocal
  2. Quarteto de cordas
  3. Oboés (confirmar)

Miniatura 1

  • Conteúdo principal: a definir
  • Formação: duo do oboés
  • Entrega da partitura (online): 06/09/2018
  • Entrega das partes (impressas): semana seguinte
  • Leitura: 11/10/2018, 11hs, EMUS, sala a definir

Miniatura 2

  • Conteúdo principal: a definir
  • Formação: quarteto de cordas
  • Entrega da partitura (online): 20/09/2018
  • Entrega das partes (impressas): semana seguinte
  • Leitura: a definir

Miniatura 3

  • Conteúdo principal: a definir
  • Formação: quarteto vocal
  • Entrega da partitura (online): 11/10/2018
  • Entrega das partes (impressas): semana seguinte
  • Leitura: a definir

Exercícios semanais

Os exercícios semanais são pequenos fragmentos com aplicação dos conteúdos apresentados em aula.

[Tópicos em construção]

  1. Compor pequeno fragmento musical, abstrair o contorno melódico e gerar outros materiais de forma que todos os elementos tenham um único contorno. Formação: duo de oboés.

  2. Compor pequeno fragmento musical, abstrair contorno melódico e, a partir de operações básicas de contorno, como retrógrado, inversão, compor outros materiais de forma que todos os elementos tenham um contorno pai. Formação: duo, preferencialmente de oboés.

  3. Compor pequeno fragmento musical a partir do contorno < 0 2 3 0 4 7 > para a formação piano e flauta. Buscar usar operacoes de contornos disponiveis na calculadora.

  4. Compor fragmento musical de até 40 segundos utilizando uma instrumentação de livre escolha utilizando uma ou mais técnicas de composição entre as listadas abaixo. Para este trabalho será necessário criar um esquema analítico mostrando como cada ferramentatécnica foi utilizada no trabalho.

    1. Alturas
      1. Escalas em geral(de 5 a 12 notas)
      2. Escalas microtonais
      3. Serialismo Clássico
      4. Serialismo Integral
      5. Pos-Tonalidade
      6. Música Eletroacústica
      7. Música Aleatória
      8. Música espectral
      9. Minimalismo
      10. Pontilismo
      11. Micropolifonia
      12. Sonorismo
      13. Contornos
      14. Tonalismo
      15. Modalismo
    2. Durações
      1. Modulação Métrica
      2. Escala cromática de durações
      3. Regressão ou progressão métrica
      4. Serialismo Rítmico

Composição final

A composição final deverá ter duração de 5 a 7 minutos e formação equivalente à Orquestra Sinfônica da UFBA (1111,1111,1 perc.,cordas).

Análise

Ao longo do semestre as obras listadas serão analisadas em conjunto durante as aulas:

Orquestra

[em construção]

  1. http://imslp.org/wiki/Symphony_No.5,Op.64(Tchaikovsky,_Pyotr)
  2. http://imslp.org/wiki/Rapsodie_espagnole_(Ravel,_Maurice)
  3. http://imslp.org/wiki/Russian_Easter_Festival,Op.36(Rimsky-Korsakov,_Nikolay)
  4. http://imslp.org/wiki/5Pieces_for_Orchestra,_Op.16(Schoenberg,_Arnold)
  5. http://imslp.org/wiki/Symphony_No.5,Op.60(Scriabin,_Aleksandr)
  6. Carter, Elliott – Three Occasions for Orchestra (Boosey and Hawkes, 1992)
  7. Penderecki, Krzysztof. Paixão Segundo São Lucas

Câmara

[em construção]

  1. Schoenberg, Op. 25. Prelúdio
  2. Webern, Op. 21
  3. Webern, Op. 25. http://bit.ly/2ztkUki
  4. http://imslp.org/wiki/String_Sextet_No.1,Op.18(Brahms,_Johannes)
  5. http://imslp.org/wiki/Music_for_Strings,Percussion_and_Celesta,_Sz.106(Bart%C3%B3k,_B%C3%A9la)
  6. http://imslp.org/wiki/Octandre_(Var%C3%A8se,_Edgard)

Notas e frequência

Em Construção

As notas dos alunos estão disponíveis no link abaixo e serão atualizadas durante o curso:

Bibliografia

  1. Adler, Samuel. 1989. The Study of Orchestration. 2nd ed. New York, NY: W.W. Norton and Company.
  2. Cope, David. 1997. Techniques of the Contemporary Composer. New York, NY: Schirmer Books.
  3. Dallin, Leon. 1974. Techniques of Twentieth Century Composition: A Guide to the Materials of Modern Music. 3rd ed. Dubuque, Iowa: WM. C. Brown Company.
  4. Kostka, Stefan M. 2006. Materials and Techniques of Twentieth-Century Music. 3rd ed. Prentice Hall.
  5. Moraes, Tharcisio, e Marcos Sampaio. 2015. “Relações de contornos entre elementos sonoros e visuais do jogo Super Mario Bros”. In Proceedings of SBGame 2015, 714–17. Teresina, PI.
  6. Sampaio, Marcos da Silva. 2012. A Teoria de Relações de Contornos Musicais: inconsistências, soluções e ferramentas. Tese de Doutorado. Universidade Federal da Bahia.
  7. Sampaio, Marcos da Silva. 2017. “A Teoria de Relações de Contornos no Brasil” In Teoria e Análise Musical em perspectiva didática, editado por Ilza Nogueira. 123-138. Salvador: EDUFBA.
  8. Sampaio, Marcos da Silva, e Alex Pochat. 2016. “Aplicação de Contornos Na Composição Musical.” In Perspectivas de Interpretação, Teoria e Composição Musical, editado por Heinz Karl Novaes Schwebel e José Maurício Valle Brandão, 13–28. Salvador: EDUFBA.
  9. Stone, Kurt. 1980. Music Notation in the Twentieth Century: A Practical Guidebook. New York, NY: W.W. Norton and Company.

Comunicação com o professor

O único meio de comunicação autorizado pelo professor é o email. Em nenhuma circunstância um outro meio como telefone ou mensagens poderá ser utilizado.


Última atualização em 13/12/2018, 06:56.