MUSF18 – Análise Musical Avançada I

Professor: Marcos Sampaio (sampaio.marcos@ufba.br)

1. Informações preliminares

Este componente foi criado no contexto do Semestre Letivo Suplementar 2020 da UFBA. O objetivo principal é possibilitar a abordagem de repertórios de certo grau de complexidade que nem sempre podem ser estudados em outros componentes curriculares da Escola de Música.

A proposta para o semestre é o estudo de aspectos harmônico-formais dos quartetos de cordas opus 50 de Joseph Haydn.

Para acompanhar este curso é necessário conhecimento dos seguintes conteúdos: condução de vozes, notas melódicas, harmonia diatônica e cromática (funções secundárias, empréstimo modal, acordes alterados, acordes de nona, sextas aumentadas e napolitana), pequenas formas (binárias, ternárias), formas compostas, Forma Sonata, Rondó e Tema e variações. Estes conteúdos compõem os programas de Literatura e Estruturação Musical I, II, III e IV.

2. Ementa

Estudo analítico de repertórios de elevado grau de complexidade musical. A escolha do repertório e das técnicas de análise é aberta.

3. Objetivos

Objetivo geral

Aprimorar a capacidade de análise musical mediante estudo de aspectos de elevado grau de complexidade em repertório.

Objetivos específicos

  1. Ampliação do conhecimento de literatura musical
  2. Compreensão de aspectos musicais especiais
  3. Compreensão de contexto histórico de repertório
  4. Desenvolvimento de habilidade de identificar aspectos relevantes em análise
  5. Desenvolvimento da habilidade de escrita de texto analítico

4. Conteúdo programático

  1. Contexto histórico acerca do repertório
  2. Teorias musicais de apoio à análise do repertório
  3. Análise de repertório
  4. Redação de texto analítico

5. Metodologia

Expositiva e dialógica, com atividades síncronas e assíncronas, em proporção a ser ajustada ao longo do semestre.

As atividades de análise prévia serão preferencialmente assíncronas e as sessões de consulta e análise de obras, preferencialmente síncronas.

6. Ambientes virtuais utilizados

  1. Moodle UFBA
  2. Google Meet institucional UFBA

7. Cronograma

Aula Data Conteúdo
1 2020-09-08 Apresentação da proposta, definição do repertório e técnicas de análise
2 2020-09-15 Contexto histórico, análise prévia, análise de obras
3 2020-09-22 Análise prévia e análise de obras
4 2020-09-29 Análise prévia e análise de obras
5 2020-10-06 Análise prévia e análise de obras
6 2020-10-13 Redação de texto analítico e análise de obras
7 2020-10-20 Análise prévia e análise de obras
8 2020-10-27 Redação de texto analítico, análise de obras e definição do trabalho final
9 2020-11-03 Análise prévia e análise de obras e definição do trabalho final
10 2020-11-10 Análise prévia e consultas para trabalho final
11 2020-11-17 Análise prévia e consultas para trabalho final
12 2020-11-24 Consultas para trabalho final
13 2020-12-01 Consultas para trabalho final
14 2020-12-08 Apresentação do trabalho final
15 2020-12-15 Entrega de resultados

8. Avaliação

Assíncrona, sistema de nota, mediante trabalhos semanais/quinzenais de acompanhamento e trabalho final.

  • Partituras do Opus 50 de Haydn no IMSLP.
  • Gravações diversas do Opus 50 de Haydn no Youtube.

10. Bibliografia

Básica

  1. Bent, Ian, and Anthony Pople. 2011. “Analysis.” In Grove Music Online.

  2. Christensen, Thomas Street. 2002. The Cambridge History of Western Music Theory. Cambridge, MA: Cambridge University Press.

  3. Cook, Nicholas. 1987. A Guide to Musical Analysis. New York and London: W. W. Norton & Company.

  4. Zamacois, Joaquín. 1960. Curso de Formas Musicales: Con Numerosos Ejemplos Musicales. Barcelona: Editorial Labor.

Complementar

  1. Adler, Samuel. 2002. The Study of Orchestration. 3rd ed. New York and London: W.W. Norton and Company.

  2. Bertissolo, Guilherme. 2013. “Composição e Capoeira: Dinâmicas Do Compor Entre Música e Movimento.” Universidade Federal da Bahia.

  3. Espinheira, Alexandre Mascarenhas. 2011. “A Teoria Pós-Tonal Aplicada à Composição: Um Guia de Sugestões Compositivas.” Universidade Federal da Bahia.

  4. Grove, George, and Stanley Sadie. 1980. The New Grove Dictionary of Music and Musicians. Edited by Stanley Sadie. 2nd ed. London, Washington: Macmillan Publishers.

  5. Kennan, Kent Wheeler. 1999. Counterpoint: Based on Eighteenth-Century Practice. 4th ed. Upper Saddle River, NJ: Prentice-Hall.

  6. Koechlin, Charles. n.d. Traité de l’Harmonie. Paris: Éditions Max Eschig.

  7. Sampaio, Marcos da Silva. 2012. “A Teoria de Relações de Contornos Musicais: Inconsistências, Soluções e Ferramentas.” Universidade Federal da Bahia.

  8. Straus, Joseph Nathan. 1990. Introduction to Post-Tonal Theory. Englewood Cliffs, NJ: Prentice-Hall.

Haydn e quartetos de cordas Opus 50

  1. Grave, Floyd K., and Margaret Grave. 2006. The String Quartets of Joseph Haydn. New York, NY: Oxford University Press.

  2. Sutcliffe, W. Dean. 1992. Haydn: String Quartets, Op. 50. Edited by Julian Rushton. Cambridge: Cambridge University Press.


Última atualização em 09/09/2020, 19:16.